26 de Maro de 2021

Firefly Turbo Flex

Stellantis confirma produção do Firefly Turbo Flex em Betim

A Stellantis anunciou a produção dos motores Firefly Turbo Flex na fábrica da Fiat, em Betim-MG. A nova família de motores GSE chega para adicionar mais potência, desempenho e economia para modelos da Fiat e Jeep no mercado nacional.

Com investimento de R$ 400 milhões inicialmente, a Stellantis teve que adicionar mais R$ 100 milhões para criar uma linha de produção exclusiva para estes motores, ampliando assim a capacidade instalada do complexo de Betim e também possibilitando a produção de 100.000 motores GSE Turbo por ano.

Os novos motores GSE Turbo chegam com nome comercial Firefly Turbo MultiAir III, com versões 1.0 de três cilindros e 1.3 de quatro cilindros, sendo reproduções avançadas dos atuais Firefly 1.0 e 1.3, usados nos carros da Fiat.

A técnica é a mesma usada pela Renault-Nissan e Mercedes-Benz, inclusive os H5Ht/M282 possuem volumes idênticos, indicando que a modularidade funciona bem para reduzir custos. Mas, apenas nisso eles são parecidos. O Firefly Turbo chega com tecnologia Flex, mas terá ainda uma versão a gasolina 1.3 com 180 cavalos e 27,5 kgfm.

A Stellantis foi sábia nesse caso, visto que um motor mais forte gastaria mais combustível não queimando totalmente gasolina e etanol. Assim, apenas as variantes 1.0 e 1.3 flexíveis, que provavelmente terão 120 e 150 cavalos (não foi divulgada a potência por estratégia comercial, é claro…), atenderão os requisitos do mercado.

O motor GSE Turbo traz ainda o sistema MultiAir III que controla abertura e fechamento das válvulas de admissão, sendo que nessa geração, permite abertura breve de admissão para a fase de escape, admitindo ar na câmara para produzir um efeito de EGR (recirculação de gases de escape) interno, reduzindo emissão.

Também permite atraso no fechamento da mesma, baixando a temperatura na câmera e controlando a pressão, sem comprometer a ignição. O turbocompressor é integrado ao coletor de escape, o que reduz o turbo lag. Ele tem ainda válvula wastegate eletrônica e assim garante melhores respostas em baixas rotações.

Os motores Firefly Turbo chegam com injeção direta de combustível, completando o pacote de inovações da família GSE para os carros da Fiat e Jeep no Brasil.

Fonte:

https://www.noticiasautomotivas.com.br/stellantis-confirma-producao-do-firefly-turbo-flex-em-betim/

Firefly Turbo Flex
Topo